COMO SÃO PRODUZIDOS OS TRAVESSEIROS E EDREDONS DAUNE

Em resposta à imagem publicada no Facebook, veiculada por tantos usuários, temos a esclarecer que a empresa Daune Travesseiros de Penas Ltda., abomina veementemente a prática de qualquer tipo de maus tratos aos animais.

Tendo em vista que na imagem relativa a uma matéria que vem sendo amplamente difundida na rede social “Facebook”, acerca de crueldades praticadas contra gansos, consta, de forma indevida e criminal, uma foto da embalagem de um dos produtos de nossa fabricação (travesseiro de penas de ganso), fato que nos vem causando enormes prejuízos materiais e morais, os quais, aliás, serão objeto de busca de reparação civil, junto ao Poder Judiciário Cível e de responsabilização criminal, junto ao Poder Judiciário Criminal, servimo-nos da presente para, não somente dizer que abominamos veementemente a prática de qualquer tipo de maus tratos contra os animais, mas, também, promover alguns esclarecimentos acerca da referida questão, não somente para fins de esclarecimentos à população em geral, mas, também, e, principalmente, para fins de preservação dos nossos direitos e manutenção da nossa ilibada reputação empresarial. Neste sentido, é de se considerar que:
Nossa matéria prima – Penas e Plumas -- é proveniente exclusivamente de aves que fazem parte da cadeia alimentar de milhões de pessoas espalhadas pelo mundo.  Segundo a Associação Europeia de Plumas e Penas – EDFA, 98% da produção de penas e plumas é obtida através da produção industrial de carne branca.
Como se sabe as carne de aves em geral (pato, ganso e galinha) são consumidas na Ásia, Europa, Estados Unidos, e por uma parte da América Latina, e as penas e plumas são na verdade um produto secundário, cujo material é utilizado como forma de enchimento para vários produtos, como p. ex:  na indústria moveleira, vestuário, travesseiros, edredons, mantas de isolamento térmico e acústico, contentor de óleos e graxas derramados em rios e mares (despoluição nos casos de catástrofes ambientais), e por último na cadeia de uso dessa matéria prima em ração animal.
As aplicações são ecologicamente corretas, pois se lançados ao meio ambiente, esse material poderia ser considerado como poluente orgânico.
Os outros 2% de penas e plumas, que por desventura possam ter sido retirado das aves da forma como foi exposto, são utilizados exclusivamente nos países do leste europeu e da Ásia Ocidental onde há extrema pobreza e cujos habitantes locais procuram o mínimo de proteção contra o frio, portanto esse material não é comercializado mundialmente. Sabemos que o que se vê em filmes e fotos na WEB, são cenas chocantes, mas retratam apenas a realidade de uma cultura de sobrevivência, pois esses povos sabem que os animais em questão têm naturalmente a “troca” de plumagem no verão e não nos cabe julgar tal procedimento.
As importações das penas e plumas pela Daune, são certificadas pelo MAPA (Ministério da Agricultura) respeitando os requisitos e exigências da legislação brasileira vigente (RIG PU) a saber: para que se obtenha uma Licença de Importação, é necessário que os animais tenham sido criados em ambientes livres de doenças e que um veterinário ateste que sua proveniência tenha sido de um processo industrial, portanto não há como importar matéria prima, produzir e comercializar os produtos conforme foi acusada e delinquida nossa empresa.
Há milênios o homem se alimenta da carne dos animais e se utiliza de suas peles (couro), penas, plumas e outros elementos para sua proteção térmica.
Para outras informações sobre nosso processo de fabricação favor entrar em contato pelo SAC (19) 21092166 ou daune@daune.com.br

 

 
HOME    |    A DAUNE    |    PRODUTOS    |    FABRICAÇÃO   |    DICAS DE USO    |    DEPOIMENTOS    |    BLOG    |    CONTATO
 
 
© Copyright 2009 - DAUNE Travesseiros de Penas e Plumas - Direitos reservados - Rua Ivy Reibel, s/n - Recanto - Nova Odessa, SP - CEP.: 13460-000 - SAC: (19) 2109-2166 - E-mail: daune@daune.com.br